Salvador Dados é o nome do projeto da Prefeitura de Salvador que vai uniformizar todas as informações sobre a capital baiana. A gestão dessa inovadora iniciativa ficará a cargo da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e os dados serão hospedados pela Companha de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), que disponibilizará links par todos órgãos da administração municipal.

No mês passado, o diretor-presidente da Cogel, Alberto Braga, e o diretor de Tecnologia, Cláudio Maltez, foram ao estado do Rio de Janeiro visitar o Instituto Pereira Passos (IPP) – empresa municipal responsável pela administração dos recursos de Tecnologia da Informação e Comunicação da cidade do Rio de Janeiro – e a Secretaria Executiva de Geoprocessamento da cidade de Niterói, onde estão implantados projetos de sucesso de armazenamentos de dados.

Tecnicamente, o papel da Cogel será promover infraestrutura para a FMLF, para que o Salvador Dados não tenha nenhum tipo de gargalo e não fique indisponível para nenhum órgão da prefeitura. Muito provavelmente, o Salvador Dados será hospedado na nuvem da Microsoft, como acontece na cidade do Rio de Janeiro.

Participaram também da visita à cidade do Rio de Janeiro, a diretora de Planejamento da Fundação Mário Leal Ferreira, Beatriz Lima, e o subgerente de produção de Informações Geográficas e Socioeconômicas também da Fundação Mário Leal Ferreira, Cenilton Fonseca.

Enviando...